Trump afirma que não agirá como um ditador caso seja reeleito, exceto no primeiro dia.

Em uma entrevista a um de seus apoiadores, o jornalista Sean Hannity da Fox News, o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deixou claro que poderia recorrer ao abuso de poder caso retorne à Casa Branca, mesmo que seja apenas por um dia.

Durante a entrevista realizada em um evento na Câmara Municipal de Iowa, Hannity pressionou Trump sobre a possibilidade de usar seu poder como vingança contra seus adversários. Além de enfrentar várias derrotas no sistema judicial, o ex-presidente recebeu várias críticas de seus rivais.

Joe Biden, o atual presidente dos EUA, tem intensificado suas críticas a Trump, chegando a afirmar que ele está determinado a destruir a democracia americana.

Trump também foi condenado por difamação por uma jornalista e escritora chamada E. Jean Caroll, que o acusou de tê-la estuprado.

Donald Trump está atualmente em julgamento, acusado de suborno e de suposto envolvimento em um esquema de falsificação de registros.

Trump, que é um forte candidato nas primárias presidenciais republicanas, chamou seus adversários de “vermes” e prometeu persegui-los em um suposto segundo mandato. Ele argumenta que os processos legais que enfrenta têm motivações políticas.

Hannity persistiu e fez a pergunta direta duas vezes: “Sob nenhuma circunstância, você está prometendo à América esta noite que nunca abusaria do poder como vingança contra alguém?”.

Na segunda vez, o ex-presidente respondeu sem hesitação: “Exceto no primeiro dia”. Ele afirmou que, no primeiro dia após a reeleição, fecharia a fronteira com o México e buscaria expandir a exploração de petróleo no país.

“Eu gosto desse cara”, Trump se referiu a Hannity. “Ele disse: ‘Você não vai se tornar um ditador, vai?’ Eu respondi: ‘Não, não, não, exceto no primeiro dia. Vamos fechar a fronteira e perfurar, perfurar, perfurar. Depois disso, não sou um ditador'”, continuou Trump.

Quando Hannity fez a pergunta pela primeira vez, questionando se Trump tinha planos de abusar do poder para governar e perseguir pessoas, o ex-presidente evitou a questão, respondendo: “Você quer dizer como eles estão fazendo agora?”.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *