Serasa aponta que houve um recorde de 175 solicitações de recuperação judicial em novembro.

EM ALTA

Por Álvaro Campos, Valor — São Paulo

20/12/2023 13h04 Atualizado há 22 horas

Novembro teve um número recorde de 175 solicitações de recuperação judicial, de acordo com o Indicador de Falências e Recuperação Judicial da Serasa Experian. Houve um aumento de 8,0% em relação ao mês anterior. Comparado ao mesmo período de 2022, o crescimento foi de 196,6%.

“Embora estejamos vendo os resultados da queda da inflação e das taxas de juros, o que tem contribuído para uma melhora na inadimplência das empresas, o cenário de recuperação judicial tem uma reação mais lenta”, comenta o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

As micro e pequenas empresas (MPEs) lideram as solicitações, com 137 pedidos, seguidas pelas médias empresas (22) e as grandes (16).

A análise mostrou que o setor de serviços foi o que mais solicitou recuperação judicial (112). O comércio ficou em segundo lugar (33) e, em seguida, a indústria (22) e o setor primário (8).

Enquanto os pedidos de recuperação judicial estão em alta, os pedidos de falência apresentaram uma redução significativa, com 39 casos registrados em novembro. Isso representa uma queda de 36,1% em relação ao mês anterior e de 58,9% em relação a 2022.

Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *