O Tesouro anuncia o calendário anual de leilões de 2024 e revela a data de vencimento da NTN-F para 2035.

Em destaque:

O Tesouro Nacional anunciou uma ampliação da curva de juros pré-fixados ao divulgar o calendário anual dos leilões de títulos públicos planejados para o próximo ano. Essa ampliação inclui títulos com vencimento em janeiro de 2035 e também oferece mais liquidez em prazos um pouco mais longos, com Letras do Tesouro Nacional (LTNs) com vencimento em 72 meses (janeiro de 2030).

Na curva de juros variáveis, o Tesouro também aumentará a “duration” ao incorporar o ano de 2030, com vencimentos distribuídos ao longo do ano. Em geral, as Letras Financeiras do Tesouro (LFTs) têm vencimentos em março e setembro, mas, de acordo com o cronograma do Tesouro, haverá venda de títulos para março, junho, setembro e dezembro.

Em relação à programação semanal das emissões, o Tesouro venderá NTN-Bs e LFTs todas as terças-feiras, e títulos pré-fixados (LTNs e NTN-Fs) às quintas-feiras, como já ocorre atualmente.

NTN-Bs – Ao longo do ano, haverá emissão alternada de títulos indexados à inflação. Em uma terça-feira, serão vendidos títulos para 2027, 2032 e 2045, e na outra semana, o leilão será para títulos com vencimento em 2029, 2035 e 2060.

LFTs – Na primeira metade do ano, o Tesouro realizará a venda de títulos com indexação à Selic com vencimento em março de 2027 e março de 2030 (primeiro trimestre) e junho de 2030 (segundo trimestre). Na segunda metade do ano, o Tesouro leiloará LFTs para setembro de 2027 e, em prazos mais longos, títulos para setembro de 2030 (terceiro trimestre) e dezembro de 2030 (quarto trimestre).

LTNs – A novidade na emissão de títulos pré-fixados sem pagamento de cupom é que o Tesouro alongará a curva. No primeiro semestre, a cada semana, haverá uma alternância nos vencimentos entre outubro de 2024 e abril de 2025, mas haverá emissões regulares de títulos para abril de 2026, janeiro de 2028 e janeiro de 2030. Na segunda metade do ano, os vencimentos alternados serão abril de 2025 e outubro de 2025, enquanto os regulares serão outubro de 2026, julho de 2028 e janeiro de 2030.

NTN-Fs – Para os títulos pré-fixados mais longos, com pagamento de cupom, o Tesouro continuará emitindo para janeiro de 2031 e também lançará títulos para janeiro de 2035.

Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *