O sistema antiprotestos da Argentina propõe a criação de um registro de participantes das manifestações.

Por Valor — São Paulo
15/12/2023 15h25 Atualizado há um dia
O governo da Argentina divulgou nesta sexa-feira os 12 pontos de um protocolo antiprotestos apresentado no dia anterior pela ministra da Segurança, Patricia Bullrich, com o objetivo de conter as manifestações de rua programadas para a próxima semana.
O Ministério de Segurança divulgou o documento que destaca medidas anunciadas ontem pela líder da pasta, como a punição para os participantes dos protestos, bem como para aqueles que apoiam, financiam ou incitam as manifestações.

O texto menciona que o governo argentino pretende criar um cadastro de manifestantes e organizações envolvidas nos protestos, podendo esses registros serem utilizados para responsabilizar financeiramente os manifestantes pelos custos decorrentes dos atos.

Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *