O Santander estima que a redução das taxas de juros tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos resultará em um aumento do Ibovespa, com projeção de atingir os 160 mil pontos.

Por Matheus Prado, Valor — São Paulo
18/12/2023 11h57 Atualizado há 11 horas
O Santander acredita que o Ibovespa pode atingir os 160 mil pontos até o final de 2024, impulsionado pelo contínuo ciclo de flexibilização monetária do Banco Central, levando a taxa Selic para 9,5% na mesma data; e pela crescente probabilidade (60% de chance, de acordo com o banco) de uma desaceleração suave da economia americana, o que também permitirá ao Federal Reserve (Fed, o banco central americano) reduzir as taxas de juros.
“Em junho de 2023, projetamos um cenário de alta para as ações brasileiras, apoiado na dinâmica de flexibilização das taxas de juros no Brasil. Desde então, o Ibovespa subiu 15%, mas ainda vemos potencial para uma recuperação mais forte, com o Ibovespa alcançando os 160 mil pontos até o final de 2024”, afirmam Aline Cardoso, Luane Fontes e Guilherme Bellizzi Mota no relatório.
De acordo com os estrategistas, apesar da recente recuperação, as avaliações do índice ainda são atrativas e fatores técnicos contribuem para isso.
Entre os riscos negativos para essa tese, o banco menciona que pressões inflacionárias mais intensas e duradouras podem levar o Fed a adotar uma política monetária ainda mais rigorosa, enquanto uma possível situação de estresse financeiro pode agravar ainda mais a desaceleração econômica global. Além disso, em caso de uma desaceleração global mais severa, os preços das commodities podem ser mais afetados.
Em âmbito local, são citados riscos como possíveis problemas fiscais caso alguns ganhos recentes de receita se mostrem temporários, uma postura mais expansionista em termos de gastos públicos, perda de credibilidade no processo de consolidação e estabilidade fiscal, resultando em uma deterioração das condições financeiras, e possíveis decepções no crescimento do lucro por ação em nível microeconômico.
Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *