O movimento dos mercados é afetado devido ao feriado nos EUA.

Por Igor Sodré, Valor — São Paulo

15/01/2024 13h08 Atualizado 15/01/2024

Os mercados globais iniciam a semana de forma incomum, devido ao feriado de Martin Luther King Jr., nos Estados Unidos. Com os mercados de Nova York fechados, os demais ativos enfrentam uma sessão com baixa liquidez, enquanto o dólar apresenta leve alta e as bolsas europeias caem moderadamente.

Por volta das 12h50 (do horário de Brasília), o índice DXY, que mede a relação do dólar com uma cesta de seis moedas de países desenvolvidos, estava em alta de 0,18%, atingindo 102,582 pontos.

Na Europa, o índice Stoxx 600 apresenta queda de 0,55%, com 474,14 pontos. O índice DAX de Frankfurt recua 0,41%, a Bolsa de Paris registra queda de 0,73% e o FTSE de Londres cai 0,50%.

No mercado de commodities, o contrato futuro do petróleo Brent, referência mundial para o mês de março, recua 1,07%, sendo negociado a US$ 77,45 o barril. O WTI (West Texas Intermediate), referência americana para fevereiro, tem queda de 1,21%, sendo negociado a US$ 71,80 o barril.

Já o ouro, com entrega prevista para fevereiro, apresenta alta de 0,21%, ficando em US$ 2.055,80 por onça-troy.

Em uma semana com agenda vazia devido ao feriado, os investidores estão de olho nos dados de atividade dos Estados Unidos que serão divulgados nos próximos dias, principalmente os números de produção industrial e vendas no varejo que serão publicados na quarta-feira. Esses indicadores podem fornecer mais informações sobre a política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) nos próximos meses.

“O destaque provavelmente será as vendas no varejo dos EUA em dezembro, na quarta-feira, que terão impacto nas previsões do PIB do quarto trimestre e na direção para o primeiro trimestre [de 2024]”, afirma o Deutsche Bank em nota.

Além disso, outro ponto de atenção são os comentários dos dirigentes do Fed, que participarão de eventos ao longo da semana. Essa é a última semana antes do período de silêncio antes da próxima decisão de juros do Fed, em 31 de janeiro.

O diretor do Fed, Christopher Waller, irá falar amanhã, às 13h. Na quarta-feira, será a vez de John Williams, do Fed de Nova York, falar às 17h. Na quinta-feira, Raphael Bostic, do Fed de Atlanta, irá falar às 9h30 e às 15h05. Por fim, na sexta-feira, Mary Daly, do Fed de San Francisco, discursará às 18h15.

Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *