O governo de São Paulo divulga os novos valores das tarifas de ônibus.

Por Folhapress — São Paulo

29/12/2023 14h27 Atualizado 29/12/2023

As tarifas das linhas de ônibus gerenciadas e fiscalizadas pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) serão reajustadas a partir de 1º de janeiro de 2024, com um aumento médio de 13,64%. A lista completa das tarifas foi publicada no “Diário Oficial” pela gestão de Tarcísio de Freitas (Republicanos).

Os ônibus circulam por 134 cidades de São Paulo, nas regiões metropolitanas de São Paulo, Baixada Santista, Campinas, Vale do Paraíba e Litoral Norte, e Sorocaba.

Os valores das tarifas variam para mais de 900 linhas de ônibus vinculados à EMTU. Hoje é o último dia para recarregar os cartões de transporte com os valores atuais. A lista completa, por regiões e linhas, está disponível no site da empresa.

O governo anunciou o reajuste das tarifas de transporte (metrô, trens metropolitanos e ônibus da EMTU) no dia 14 de dezembro. No caso dos transportes sobre trilhos, as tarifas passam de R$ 4,40 para R$ 5.

O valor da integração de tarifas metropolitanas com linhas municipais também sofre alteração, passando de R$ 7,65 para R$ 8,20.

Os bilhetes de 24h, que permitem até 10 viagens, terão uma integração no valor de R$ 19, e a integração com os ônibus municipais da cidade de São Paulo custará R$ 24. A tarifa comum mensal será de R$ 243, enquanto a integração mensal custará R$ 362.

Tarcísio justifica o reajuste afirmando que os subsídios para o transporte estão insustentáveis. Ele diz: “Temos que tomar cuidado com a solvência dessas empresas. Se fôssemos ajustar pelo que realmente é devido, a tarifa estaria na casa dos R$ 8 para o EMTU e R$ 6 para CPTM e metrô”.

Em comunicado divulgado no site da EMTU, o governo afirma que o reajuste foi inferior à inflação acumulada desde o último aumento, de acordo com o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). “O percentual de reajuste médio nas linhas intermunicipais gerenciadas pela EMTU é de 13,64%, significativamente inferior à inflação de 28,40%, acumulada desde a última revisão tarifária, em janeiro de 2020”.

A tarifa de ônibus municipais na capital, por outro lado, não será reajustada. A prefeitura de São Paulo decidiu manter o valor em R$ 4,40, o qual está congelado há três anos.

O prefeito Ricardo Nunes (MDB) justifica essa decisão relacionando-a à queda no número de passageiros após a pandemia de covid-19. Em 2019, a média diária era de 9 milhões de passageiros nos ônibus municipais. Atualmente, a média diária é de 7 milhões de passageiros.

Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *