O chefe de polícia esclarece se o ataque à polícia militar na delegacia tem relação com o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Um homem em situação de rua, identificado como Daniel de Sousa, de 36 anos, foi preso após atacar um policial militar com uma faca dentro de uma delegacia no Distrito Federal. O incidente ocorreu na tarde de sexta-feira (1º/12). De acordo com as imagens das câmeras de segurança da 5ª Delegacia de Polícia, localizada na Asa Norte, Daniel entrou na unidade policial, retirou a faca de dentro da bermuda e atacou o policial militar, que estava de costas. No entanto, o policial não ficou ferido, pois a facada atingiu seu colete.
Segundo o delegado-chefe da 5ª DP, Ataliba Neto, não há evidências de que o ataque de Daniel esteja relacionado a ameaças do Primeiro Comando da Capital (PCC) contra a polícia, nem com o envolvimento em outras organizações criminosas. O delegado afirmou que Daniel possui apenas duas passagens por porte de arma branca, o que não indica relação com facções criminosas. O policial atingido informou que, momentos antes do ataque, Daniel discutiu com um flanelinha no estacionamento próximo ao Brasília Shopping.
Conforme o relato do policial, ele estava na delegacia registrando outra ocorrência quando Daniel se aproximou e mencionou ter visto alguém sangrando e correndo do Brasília Shopping. Ao entrar na unidade policial para alertar um colega sobre a suposta ocorrência, o policial foi atacado por trás. Outros militares que estavam na delegacia imobilizaram Daniel logo após o ataque. O suspeito foi preso em flagrante pela tentativa de homicídio. As pessoas presentes na delegacia durante o crime ficaram assustadas e se afastaram da cena.
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.
Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre o Distrito Federal por meio do WhatsApp do Metrópoles DF: (61) 9119-8884.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *