No último dia do ano, as bolsas de Nova York passaram para o território negativo devido à realização de lucros.

Por Gabriel Caldeira, Valor — São Paulo
29/12/2023 12h19 Atualizado há um dia
As ações da bolsa de Nova York começaram a cair durante a tarde, depois de abrir perto da estabilidade. No último dia de negociação do ano e com baixo volume de negociação, os investidores estão aproveitando para realizar os fortes lucros acumulados ao longo de 2023.
Por volta das 13h20 (horário de Brasília), o índice Dow Jones estava 0,21% menor, em 37.630,92 pontos; o S&P 500 estava caindo 0,40%, em 4.764,27 pontos; e o Nasdaq estava recuando 0,75%, em 14.982,18 pontos.
Os investidores estão realizando lucros depois de um ano de ganhos significativos para a bolsa americana, que deve ter seu melhor desempenho anual desde 2021. O Dow Jones subiu 13% durante o ano, enquanto o S&P 500 teve um aumento de 24% e o Nasdaq subiu 43%.
Outro fator que pode estar afetando as ações é a forte queda do índice de gerentes de compras (PMI) do Instituto para Gestão da Oferta (ISM) de Chicago. O índice caiu para 46,9 pontos em dezembro, ficando abaixo dos 50 pontos esperados, após registrar 55,8 pontos em novembro. Isso indica que a atividade econômica na região passou de expansão para contração no período mencionado.
Como evidenciado pelo desempenho do Nasdaq em comparação com os outros índices, 2023 foi marcado pelo forte desempenho do setor de tecnologia nos Estados Unidos, especialmente das ações que compõem o chamado “Magnificent Seven”. A recuperação após um 2022 difícil e o entusiasmo dos investidores com projetos de inteligência artificial impulsionaram os papéis da Apple, Microsoft, NVidia, Alphabet, Amazon, Meta Platforms e Tesla.
No último trimestre, um aumento nos Treasuries devido às expectativas de cortes de juros pelo Federal Reserve (Fed) levou o Dow Jones a bater recordes sucessivos em dezembro, enquanto o S&P 500 está prestes a terminar o ano perto de sua máxima histórica, tanto em níveis intradiários quanto de fechamento.
O índice de referência da bolsa de Nova York atingiu seu recorde intradiário em 4 de janeiro de 2022, atingindo 4.818,62 pontos. Já sua máxima de fechamento é do dia anterior, com 4.796,56 pontos.
Para estabelecer um novo recorde antes do final do ano, o S&P 500 precisaria subir cerca de 0,3% hoje. De acordo com uma pesquisa da Dow Jones Market Data, o índice só fechou o ano em um recorde histórico oito vezes: em 1928, 1954, 1958, 1963, 1991, 1999, 2013 e 2020.
Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *