Na terça-feira, acontece a posse dos novos diretores do Banco Central, incluindo a mudança de diretoria de Carolina Barros.

Por Eulina Oliveira, Valor — São Paulo
29/12/2023 16h24 Atualizado há um dia
O Banco Central divulgou recentemente que os economistas Paulo Picchetti e Rodrigo Alves Teixeira tomarão posse como diretores da autoridade monetária em 2 de janeiro (terça-feira). A partir desse momento, eles assumirão suas funções como diretores do BC. A posse ocorre após a aprovação das indicações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Senado e a publicação dos decretos de nomeação no Diário Oficial da União.

Além disso, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, anunciou simultaneamente uma alteração na designação da Diretoria Colegiada. A partir de 2 de janeiro, a atual diretora de Administração, Carolina Barros, assumirá a Diretoria de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta, em substituição ao diretor atual Maurício Moura, cujo mandato termina em 31 de dezembro de 2023.

O diretor Rodrigo Alves Teixeira, que originalmente seria diretor de Relacionamento, assumirá a Diretoria de Administração do BC. Já o economista Paulo Picchetti substituirá Fernanda Guardado na Diretoria de Assuntos Internacionais e Gestão de Riscos Corporativos, conforme planejado. O mandato de Guardado termina em 31 de dezembro de 2023.

“A alteração, realizada em total acordo e com a unanimidade de toda a Diretoria Colegiada, está de acordo com o Regimento Interno do BC”, afirma o banco em nota.

Os mandatos de Picchetti e Teixeira como diretores do BC vão até 31 de dezembro de 2027, podendo ser renovados por mais quatro anos, conforme a Lei de Autonomia do BC.
Siga nosso canal e receba as principais notícias do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *