Mester, representante do Fed de Cleveland, acredita que não é provável que o Federal Reserve reduza as taxas de juros nos Estados Unidos em um futuro próximo.

Por Eduardo Magossi, Valor — São Paulo
18/12/2023 09h59 Atualizado 18/12/2023
A presidente distrital do Federal Reserve (Fed, banco central americano) de Cleveland, Loretta Mester, afirmou ao Financial Times (FT) que os mercados financeiros já anteciparam a possibilidade de cortes de juros no início de 2024. Mester destacou que o Fed não irá reduzir abruptamente as taxas agora que está mais confiante de que elas estão em um nível suficientemente restritivo para combater a inflação.

“Não se trata de quando cortar os juros, apesar do mercado estar nessa fase. É uma questão de quanto tempo precisamos permanecer em um território restritivo para garantir que a inflação esteja em um caminho sustentável para retornar aos 2%”, disse Mester.

Segundo a presidente distrital, o mercado está agindo como se o Fed fosse normalizar a política monetária rapidamente. “Eu não vejo isso”, ela afirmou, concordando com os comentários do presidente distrital do Fed de Nova York, John Williams, e do presidente distrital de Atlanta, Raphael Bostic, que também indicaram uma permanência de juros elevados por mais tempo, sem cortes no curto prazo.

O mercado começou a precificar cortes de juros a partir de março, após o presidente do Fed, Jerome Powell, mencionar durante uma coletiva de imprensa que as autoridades estavam discutindo a possibilidade de redução dos juros. Novas projeções divulgadas no mesmo dia indicaram uma expectativa de corte de 0,75 ponto percentual ao longo de 2024.

Atualmente, os dados do CME Group indicam uma probabilidade de 66% de um corte de 0,25 ponto já em março.
Siga nosso canal para receber as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *