Ludmilla e Bruna Gonçalves expõem receio de seu filho ser alvo de discriminação.

Ludmilla e Brunna Gonçalves estão se preparando para ter um bebê em 2024. No início de novembro, elas revelaram ter iniciado o processo e que ainda não há uma data definida para o início da fertilização in vitro, mas confessaram ter alguns receios.
As duas expressaram preocupação em trazer uma criança negra ao mundo atual, devido à possibilidade dela sofrer racismo. “Esse é o assunto de nossas conversas. É por isso que acho que adiamos tanto em ter, pois trazer um filho ao mundo nos dias de hoje também requer coragem”, explicou Ludmilla em entrevista ao Fantástico, da TV Globo.
Ambas se casaram em 2019.
Ludmilla sobre a proibição das uniões homoafetivas: “O amor não pode ser negado.”
Brunna Gonçalves fala abertamente sobre o plano de gravidez com Ludmilla.
As duas se casaram em 2019.
Ludmilla sobre a proibição das uniões homoafetivas: “O amor não pode ser negado.”
Brunna acrescentou que “o mundo está muito cruel” e observou críticas direcionadas a crianças, como a filha de Viih Tube e Eliezer, Lua, e a filha de Beyoncé, Blue Ivy.
“São coisas muito cruéis, e nós nos perguntamos: ‘e quando for o nosso?'”
A dançarina também detalhou que elas estão no início do processo e já passaram pelos primeiros exames necessários. Ela revelou que a criança será gerada por meio de um óvulo de Ludmilla com um doador.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *