Continuam os protestos contra Milei na Argentina, e o contingente de forças de segurança é aumentado.

Por Valor — São Paulo

22/12/2023 10h59 Atualizado há um dia

Os protestos contra as medidas anunciadas pelo presidente da Argentina, Javier Milei, continuaram em todo o país durante a noite de quinta (21). Enquanto em Buenos Aires manifestantes se concentraram na frente do Congresso e da Quinta dos Olivos – residência presidencial –, em Córdoba, cinco pessoas foram detidas por bloquearem uma das avenidas da cidade, ação considerada ilegal pelo governo, que prometeu combater qualquer tipo de interferência nas vias públicas do país.

De acordo com o Ministério Público Fiscal de Córdoba, cinco pessoas foram presas após interromperem o cruzamento de duas vias importantes e lançarem objetos contundentes contra as tropas que tentavam desobstruir o local. Ao fim da confusão, cinco pessoas foram conduzidas pelas forças de segurança. Uma manifestante e quatro policiais ficaram feridos após o confronto.

Em Buenos Aires, os bairros de Belgrano e Almagro tiveram suas vias interrompidas, conforme o “La Nacion”, enquanto houve protestos na residência presidencial. Nas proximidades do Congresso, a presença policial foi intensificada, porém não conseguiram evitar o fechamento das vias ao redor do prédio.

Também foram registrados protestos em Rosário, La Plata, Junin e Mendoza.

Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *