Compreenda o funcionamento da portabilidade de crédito.

**EM ALTA**

O processo de transferência de crédito pode ser benéfico para aqueles que buscam condições melhores em seus empréstimos, mas requer atenção aos detalhes da negociação. Especialistas recomendam que seja essencial ficar alerta às condições e possíveis ofertas desvantajosas.

O Banco Central (BC) destaca a importância de alguns cuidados durante todo o processo de portabilidade. Em seu site, o BC enfatiza que a liberação de um “troco”, um valor adicional na conta devido à portabilidade, deve ser um alerta. Esse “troco” pode ter origem em outro contrato de crédito, além do que está sendo transferido.

Adicionalmente, é crucial examinar com cuidado as condições oferecidas e avaliar se são realmente mais vantajosas do que as do contrato atual. Ione Amorim, coordenadora do programa de serviços financeiros do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), destaca que não devem ser cobradas tarifas nesse processo. Além disso, Amorim ressalta que a portabilidade não deve resultar em aumento do número de parcelas ou do valor da prestação. “Deve-se imediatamente reduzir as prestações até a última ou manter a parcela e diminuir o prazo”, afirmou.

O BC também salienta que o cliente não deve assinar contratos em branco, nos quais as condições da operação de crédito não estejam especificadas, nem conceder procurações ilimitadas.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) destaca a importância de solicitar informações sobre o contrato, como saldo devedor, taxa de juros e data de vencimento, à instituição onde o empréstimo está sendo realizado antes de considerar a portabilidade. Esses dados serão essenciais para comparar com as condições de outras instituições que ofereçam crédito.

O próximo passo, se uma proposta vantajosa for recebida, é informar ao banco responsável pela proposta o desejo de efetuar a portabilidade. A instituição então formalizará a solicitação de portabilidade. Durante esse procedimento, a instituição inicial, detentora do crédito, pode apresentar uma contraproposta para reter o cliente.

Após a formalização da solicitação, a instituição detentora do crédito deve solicitar à instituição que fez a nova proposta as informações necessárias e a transferência dos recursos. A portabilidade deve ser concluída em até cinco dias úteis, a partir da data de recebimento do pedido. Caso o cliente decida não concluir a portabilidade, o banco deve comunicar essa desistência em até dois dias úteis para a instituição que fez a proposta.

04/03/2024 09:17:36
Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *