Bolsonaro afirma que o projeto de lei pode se desmoronar após os elogios de Valdemar Costa Neto a Lula.

Por Cristiane Agostine, Valor — São Paulo
15/01/2024 13h31 Atualizado há 11 horas
O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou ontem que o PL pode “implodir”, após elogios feitos pelo presidente nacional do partido, Valdemar Costa Neto, ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Sem mencionar diretamente o líder do partido, Bolsonaro disse que a declaração elogiosa de Costa Neto ao petista é “inaceitável” e gerou um “grave problema”.
Vídeo: A apoiadores, Bolsonaro critica Valdemar Costa Neto
Bolsonaro diz que elogio de Valdemar a Lula é ‘inaceitável’
“Tudo na vida eu trago um pouquinho para vida familiar de cada um de nós, né? Temos problemas. Essa semana tive um problema sério, não vou falar com quem….‘Ó, se continuar assim, você vai implodir o partido…’ Pessoa do partido dando uma declaração inaceitável. Como ‘o Lula é extremamente popular’. Manda ele vir tomar uma bebida ali na esquina. Não vem”, disse Bolsonaro a apoiadores, em Angra dos Reis (RJ).
O comentário do ex-presidente foi uma resposta a um aliado que perguntou se ele acredita que o PL “vai vir forte” nas eleições municipais deste ano e se isso “fará diferença em 2026”. No vídeo, Bolsonaro está sentado à mesa, conversando com apoiadores em Angra dos Reis.
No domingo, Bolsonaro também foi gravado reclamando dos elogios de Valdemar Costa Neto a Lula. “Nós estamos no mesmo barco, pessoal. Se alguém por acaso votou no PT — pode ser que exista — não dá para comparar. Eu posso ser uma pessoa horrível, mas o outro cara é terrível. Ele não tem como dar certo”, disse o ex-presidente.
As críticas foram feitas por Bolsonaro depois que o presidente do PL afirmou, durante uma entrevista, que Lula é “completamente diferente” do ex-presidente, e disse que o petista tem “muito prestígio” e “popularidade”.
“Lula não tem comparação”, afirmou. “Lula é uma figura do povo, é completamente diferente de Bolsonaro, completamente diferente. E também é um fenômeno ele ter chegado onde chegou”, disse o presidente do partido de Bolsonaro, em entrevista ao jornal “O Diário”, de Mogi das Cruzes (SP), reduto político e eleitoral de Costa Neto. A entrevista foi concedida há um mês, em 15 de dezembro, e tem 1h20 de duração, mas as declarações ganharam visibilidade nas redes sociais recentemente, com o trecho em que Costa Neto exalta Lula e gestões do petista.
“Lula também fez um bom governo e elegeu Dilma [Roussef] depois”, disse. O presidente do PL disse que Bolsonaro tem um carisma que Lula não possui, mas destacou a popularidade do petista.
“Agora é completamente diferente Lula, não tem comparação com Bolsonaro”, afirmou Costa Neto.
Costa Neto mencionou o fato de o PL ter indicado o empresário José Alencar para a vice de Lula na eleição de 2002 e disse que foi essa indicação que fez o petista ganhar seu primeiro mandato. “[Era um vice] de direita”, disse. “Ele [Lula] ganhou a eleição por causa disso, por causa do José Alencar.”
Na conversa, o entrevistador, Darwin Valente, perguntou qual dos dois, Lula ou Bolsonaro, é mais difícil de lidar, e Costa Neto respondeu imediatamente: “Mil vezes Bolsonaro”. O entrevistador comentou que Bolsonaro é uma pessoa “de difícil trato” e Costa Neto interrompeu: “Ele não é normal”.
Bolsonaro está no PL desde o final de novembro de 2021 e ingressou no partido para concorrer à reeleição em 2022, após ficar dois anos sem legenda. É o nono partido do ex-presidente.
Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *