Bolsas europeias encerram sem tendência definida após índices PMI do continente.

Por Gabriel Caldeira, Valor — São Paulo
15/12/2023 16h47 Atualizado há um dia
As bolsas europeias encerraram o dia com pressão devido aos índices de gerentes de compras (PMIs) da região. Enquanto os números da zona do euro alimentaram a possibilidade de uma recessão, os dados do Reino Unido foram mais fortes do que o esperado, reforçando a ideia de que o Banco da Inglaterra (BoE) pode demorar para iniciar o ciclo de corte de juros.

O índice Stoxx 600, que reúne ações de 17 mercados europeus, fechou com uma pequena alta de 0,01%, atingindo 476,61 pontos. Durante a semana, o índice acumulou um aumento de 0,92%.

Em Frankfurt, o DAX fechou estável, atingindo 16.751,44 pontos, com uma queda semanal de 0,05%. Enquanto isso, em Paris, o CAC 40 subiu 0,28% no dia e 0,93% na semana, alcançando 7.526,55 pontos, e o FTSE 100, da bolsa de Londres, encerrou a sessão com uma queda de 0,95%, atingindo 7.576,36 pontos. Durante a semana, o índice acumulou um aumento de 0,29%.

Na zona do euro, os PMIs preliminares de dezembro continuaram abaixo de 50 pontos, indicando contração, e atingiram o menor nível dos últimos dois meses, de acordo com a leitura da S&P Global.

Por outro lado, o indicador do Reino Unido subiu pelo segundo mês consecutivo, alcançando a melhor leitura em seis meses. Isso reforçou a postura mais conservadora do BoE em sua reunião de política monetária ontem. O Comitê não apenas descartou cortes de juros por enquanto, como também votou, em parte, pelo aumento de 0,25 ponto percentual.

Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *