A candidatura de Trump para as primárias presidenciais é rejeitada pela Justiça do Colorado.

Por Valor — São Paulo

19/12/2023 21h00 Atualizado há um dia

A Suprema Corte do Colorado determinou hoje que o ex-presidente Donald Trump não pode concorrer à presidência dos Estados Unidos devido à cláusula de “insurreição” da Constituição, removendo-o da votação primária presidencial do estado, informou a Associated Press.

Essa decisão abre caminho para a Suprema Corte dos EUA decidir se o favorito para a nomeação presidencial do Partido Republicano pode continuar na corrida ou não. Esta é a primeira vez na história que a Seção 3 da 14ª Emenda é usada para desqualificar um candidato presidencial, sendo que os juízes desse tribunal foram nomeados por governadores democratas.

O tribunal do Colorado anula a decisão de um juiz de primeira instância, que havia entendido que, mesmo que Trump tivesse incitado a insurreição por seu papel no ataque ao Congresso em 6 de janeiro de 2021, ele não poderia ser excluído da votação por não estar fisicamente presente nos ataques.

A decisão do tribunal será suspensa até 4 de janeiro ou até que a Suprema Corte se pronuncie sobre o caso. Os advogados de Trump prometeram recorrer imediatamente de qualquer desqualificação perante o tribunal federal, que tem a última palavra em questões constitucionais.

Siga nosso canal e receba as notícias mais importantes do dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *